Aspectos comportamentais da adolescência

Adolescência significa “fazer-se” homem/mulher, crescer na maturidade. É a etapa da vida marcada por desequilíbrios e instabilidades extremas: momentos de euforia, reclusão, audácia e timidez, passividade ou urgência, mudanças rápidas de interesse por um assunto ou, ao mesmo tempo, conflitos afetivos, crises religiosas (não ter religião ou ser fervoroso em sua crença), dúvidas, contradições e revoltas intelectuais, sociais e filosóficas, condutas sexuais adequadas ou não a sua idade.

O exagero em intensidade ou a persistência desses fenômenos é que, ao longo do tempo, configuram um comportamento normal ou não.

É notório que os traços físicos são mais marcantes e evidentes nas mulheres e até mesmo mais rápidos do que nos homens. As diferenças de reação para cada uma dessas situações na adolescência é, praticamente, única para cada jovem, inclusive entre irmãs na mesma família.

Imagine um corpo de mulher que, muitas vezes, não é maduro o suficiente do ponto de vista psicológico; assim acontece com muitas jovens. Socialmente, exigem-se posturas de mulher, padrões de beleza, de sexualidade precoce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *